O Meizu 17 e 17 Pro aparecem no Geekbench com até 12 GB de RAM

Meizu 16s

Resta apenas um dia para conhecer os seguintes terminais de alto desempenho da Meizu, que não são diferentes daqueles já muito rumores Meizu 17 e 17 Pro, dupla que se apresentará como o novo carro-chefe da fabricante chinesa em grande estilo para enfrentar outros aparelhos carro-chefe com Chipsets Snapdragon 865, Exynos 9825 y Kirin 990.

Ambos os telefones foram previamente revelados por meio de vários vazamentos do tipo informante. O desenho que vai ser utilizado bem como as suas características e especificações técnicas estão na ordem do dia há algumas semanas, embora ainda haja algumas coisas para saber e outras que têm de ser confirmadas oficialmente, o que vai acontecer amanhã. Porém, Geekbench não queria esperar até amanhã e divulgou a lista de ambos os dispositivos.

Isso é o que Geekbench postou em seu banco de dados sobre o Meizu 17 e 17 Pro

O benchmark popular sempre foi conhecido por sua confiabilidade na indústria. Geralmente filtra smartphones antes de serem lançados, e esses dois celulares Meizu não são exceção.

De acordo com o que você mostrou em sua plataforma de teste, estamos enfrentando dois terminais de alto escalão. Afinal de contas, já sabíamos que receberemos telefones topo de gama, por isso não faltam desempenho e excelentes qualidades técnicas em nenhum destes, muito pelo contrário.

O Geekbench confirma o que já sabíamos há alguns meses: O Snapdragon 865 da Qualcomm é o chipset que será hospedado por esta dupla. Ele foi listado como um SoC octa-core com uma frequência base de 1.80 GHz; suas especificações técnicas oficiais determinam que o conglomerado de núcleo que possui são os seguintes: 1x Cortex-A77 a 2.84 GHz + 3x Cortex-A77 a 2.42 GHz + 4x Cortex-A55 a 1.8 GHz. A isso temos que adicionar o fato de que o Adreno 650 GPU é o emparelhamento para jogos de alto desempenho, enquanto a arquitetura do chipset é de 64 bits, típica de processadores de gama média e alta.

O SD865 é responsável por ter gerado uma pontuação de 917 pontos na seção single-core e 3.095 pontos na seção multi-core para o Meizu 17. Já a versão Pro conseguiu pontuar cerca de 913 e 2.965 pontos, respectivamente. que são um pouco inferiores à sua variante padrão, mas que podem ser modificados um pouco assim que forem oficializados.

Artigo relacionado:
O Meizu 17 chegará com uma tela Super AMOLED personalizada da Samsung

Outra coisa que o Geekbench também menciona sobre essa dupla tem a ver com os cartões de memória RAM que eles terão, que são 8 e 12 GB, respectivamente, para o Meizu 17 e 17 Pro. O benchmark apenas menciona isso em suas tabelas recém-lançadas, mas provavelmente teremos mais variantes de RAM para cada modelo. Por sua vez, seriam do tipo LPDDR5, que é a última - até agora, é claro - e a mais eficiente geração de RAM no mundo dos smartphones; Sinceramente seria uma grande decepção se se tratasse da tecnologia LPDDR4, algo que não esperamos nem de brincadeira, já que a Meizu sempre consegue se destacar pela inovação em seus aparelhos mais potentes.

Claro, O Android 10 não poderia faltar como sistema operacional pré-instalado de fábrica em ambos os modelos, e menos ainda quando se trata de dois terminais carro-chefe e o Android 11 está chegando e esperando sua versão final estrear no mercado a partir de julho deste ano, mês que hoje faltam cerca de dois meses.

Já é de conhecimento público que terão opções de armazenamento interno de 128 e 256 GB. Resta saber se receberemos mais. Além disso, ambos terão telas AMOLED com provável taxa de atualização de 90 Hz, algo que já é tendência na faixa. Documentaremos o resto mais tarde.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Blog da Actualidad
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.