A Qualcomm anuncia os chips Snapdragon 820, 617, 430 e Quick Charge 3.0

Snapdragon 820

Este ano, tivemos uma grande agitação com o sobre o excesso de temperatura do chip Snapdragon 810 que levou muitas notícias avisando dos problemas que esse chip estava dando. A coisa especial sobre esse problema é que no momento os chips da Qualcomm sempre se comportaram de uma maneira ótima, então aquele superaquecimento daquele chip em particular, digamos que teria sido "perdoado". Quem não os perdoou foi a Samsung que passou a montar seu próprio chip Exynos em seu Samsung Galaxy S6.

Hoje a empresa anunciou uma série de chips Entre os quais está o Snapdragon 820, seu carro-chefe para os próximos meses e que tem capacidade para velocidades extremas de LTE de até 600 Mbps de download e 150 MBps de upload por meio de seu novo modem X12 LTE. Esse chip também se destaca pela tecnologia exclusiva que auxilia a antena dos telefones em um design metálico, o que acaba fazendo com que as ligações perdidas sejam reduzidas e até levarão a um menor consumo de energia.

Um Snapdragon 820 para LTE

Outra das pequenas virtudes desse chip é que a empresa melhorou a conectividade de chamadas ao alternar entre Wi-Fi e LTE. A Qualcomm definitivamente falou sobre as virtudes e benefícios das velocidades LTE de seu novo chip Snapdragon, que dá aos usuários a possibilidade de acessar vídeos em fluxo Ultra HD 4K, espelhamento instantâneo da tela para sua TV ou o que seria a visualização de carregamento de todas as fotos tiradas um evento.

A vantagem da chamada Wi-Fi Smart é para o modem X12 LTE cuidar de selecionar automaticamente entre LTE e Wi-Fi dependendo da qualidade do sinal e da cobertura que é obtida em qualquer uma dessas duas conexões.

Snapdragon 617, 430 e Quick Charge 3.0

Os chips Snapdragon 617 e Snapdragon 430 chegam com o alvo na faixa intermediária e sua estreia apresenta Cortex-A53 em uma infraestrutura octa-core com velocidades de até 1.5 GHz para o 617 e 1.2 GHz para o 430. O gráfico é um Adreno 505.

O que encontramos em comum com esses três chips é que todos oferecem suporte para o novo padrão Quick Charge 3.0. Este padrão expande as opções de potencial de carga de 5 V, 9 V, 12 V e 20 V em Carga Rápida 2.0 para uma faixa de 3.6 V a 20 V em incrementos de 200 mV. Isso se deve a um novo algoritmo que ajuda a determinar quanta energia deve chegar a cada dispositivo em um determinado momento.

Ele tem suporte para compatibilidade com versões anteriores com a tecnologia Quick Charge e conectores USB Type-C. Em torno do que seria o tempo de carregamento do que seria de zero a 80 por cento da carga, que em alguns aparelhos chegaria a 90 minutos, com o Quick Charge 3.0 levaria apenas 35 minutos. Que é quatro vezes mais rápido do que os métodos de carregamento convencionais, ou duas vezes o carregamento rápido padrão e até 38 por cento em comparação com o Quick Charge 2.0 anterior.

Alguns chips que em breve vamos começar a ver nos novos dispositivos que vêm de muitos fabricantes que têm o Android como meta para os próximos meses.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Blog da Actualidad
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

bool (verdadeiro)