Europa multa ao Facebook 110 milhões de euros por fornecer informações enganosas na compra do WhatsApp

O WhatsApp irá compartilhar seu número de telefone com o Facebook

Nestes tempos em que os cidadãos pedem aos governos e empresas o máximo de transparência, todos concordaremos que o Facebook, a maior rede social do mundo com cerca de dois bilhões de usuários, nunca se destacou justamente pela transparência, especialmente no que diz respeito à privacidade do usuário. E agora, essa falta de transparência vai significar pagar uma multa considerável.

A Comissão Europeia publicou um comunicado de imprensa através do qual é relatado que O Facebook terá que pagar uma multa de 110 milhões de euros por ter fornecido informações incorretas ou enganosas durante o processo de aquisição do WhatsApp. Mas o que exatamente este corpo significa por "informação incorreta ou enganosa"?

O Facebook mentiu, alegando que não poderia conectar usuários de ambas as plataformas

Em 2014, o Facebook informou à Comissão Europeia que não poderia vincular os perfis dos usuários do WhatsApp e do Facebook, no entanto, em 2016 tudo mudou quando, após a atualização de sua política de privacidade, WhatsApp começou a vincular os números de telefone de seus usuários às identidades dos usuários do Facebookk.

A Comissão Europeia chegou à conclusão de que em 2014 já existia a possibilidade técnica de associar automaticamente as identidades dos utilizadores do Facebook e do WhatsApp, mas para além disso, concluiu também que o Facebook estava bem ciente disso, de tal forma que a empresa forneceu informações enganosas sobre este tópico. Quer dizer, de acordo com a Comissão Europeia Facebook teria mentido deliberadamente, então agora você tem que pagar por isso.

A Comissária Margrethe Vestager declarou que esta decisão é uma mensagem às empresas de que têm de cumprir as normas europeias em fusões porque, de outra forma, consequências como essa podem vir.

Facebook também publicou uma afirmação em sua sala de imprensa online, alegando que os erros cometidos não foram intencionais e que, em todo o caso, não afetaram o resultado da concentração, aspecto que também foi confirmado pela Comissão, salientando que a multa não afeta a aprovação da aquisição.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Blog da Actualidad
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.