Facebook reage depois que homem transmitiu assassinato ao vivo

Facebook Vivo

O Facebook emitiu um comunicado depois que um homem de Cleveland matou outra pessoa enquanto transmitia ao vivo pela rede social, um vídeo que já foi retirado, mas não antes de ser reproduzido por milhares de pessoas.

A polícia de Cleveland ainda está procurando pelo suspeito, identificado como Steve Stephens, que além de divulgar o assassinato ao vivo via Facebook Vivo, garantiu que acabou com a vida de 15 outras pessoas.

Em uma declaração aos repórteres, um porta-voz do Facebook afirmou o seguinte:

“É um crime horrível e não permitimos esse tipo de conteúdo no Facebook. Estamos trabalhando muito para manter um ambiente seguro no Facebook e estamos em contato com as autoridades quando há ameaças diretas à segurança física das pessoas ”.

Embora a política do Facebook proíba conteúdo que glorifique ou incite a violência, esta regra é muito difícil de aplicar em uma plataforma que incentiva os usuários a postar fotos e vídeos em tempo real.

O Facebook Live estreou para todos os usuários há cerca de um anoe, embora a maioria dos vídeos seja inocente, esse serviço também foi usado algumas vezes para a divulgação de crimes hediondos.

A empresa ja tem tudo uma equipe responsável por revisar manualmente um grande número de vídeos, mas é virtualmente impossível revisá-los todos ou mesmo saber quais são as verdadeiras intenções de uma pessoa que está transmitindo ao vivo.

Por outro lado, a empresa também confia que usuários de redes sociais sinalizam vídeos como inadequados, mas mesmo para utilizar esta função a primeira coisa a fazer é abrir os vídeos e ver o seu conteúdo.

Por enquanto não se sabe se haverá melhorias de segurança para o serviço Facebook LiveEmbora, se casos como esse continuarem ocorrendo, há uma boa chance de vermos grandes mudanças.

Neste momento, a conta de Steve Stephens no Facebook está completamente bloqueada e ninguém pode acessar seu conteúdo, embora o vídeo do assassinato tenha sido baixado e publicado em vários portais da internet.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Blog da Actualidad
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.