O bloqueio da Huawei é um grande perigo para a segurança, de acordo com o Google

Huawei

O bloqueio dos EUA à Huawei, o que significa que a empresa chinesa tem que use seu próprio sistema operacional, além de perder o acesso a aplicativos como Instagram, Facebook ou WhatsApp, continue gerando notícias. No momento, estamos em uma trégua que termina em 19 de agosto. A partir deste momento, o fabricante chinês não poderá utilizar em seus telefones ou produtos serviços ou componentes procedentes dos Estados Unidos.

Embora a possibilidade de um acordo entre China e Estados Unidos continua em vigor. Desta forma, a Huawei pode se salvar e continuar usando o Android, assim como os componentes que vêm da América o tempo todo. Essa é a situação desejada por todos, inclusive pelo Google, quem vê mais perigos do que soluções neste bloqueio.

Conforme relatado por vários meios de comunicação, como The Financial Times, O Google vem pressionando o governo americano há algum tempo. A empresa quer que esse veto contra a Huawei seja levantado o mais rápido possível. A criação de um sistema operacional próprio do fabricante chinês é algo que pode gerar mais problemas de segurança em várias regiões do mundo. Isso é o que dizem do gigante da tecnologia.

Huawei Nova 5
Artigo relacionado:
Filtrou as primeiras capturas de tela do sistema operacional da Huawei

A empresa está preocupada com a possibilidade de deixar a fabricante chinesa de fora do Android. Isso é algo que os obriga a criar seu próprio garfo. Eles dizem que isso é algo que pode colocar em risco a segurança dos Estados Unidos, além de outros países. A empresa vê o ARK OS, como esse sistema operacional seria chamado, como um potencial risco de segurança. Uma maior fragmentação do mercado é algo que não ajudaria.

Huawei

Este sistema operacional que a Huawei cria seria baseado no Android AOSP, que é a parte de código aberto do sistema. Uma base para a qual eles removem os serviços do Google, mas adicionam os seus próprios. Portanto, é gerado um sistema operacional que pode ter muitos aspectos em comum com o Android, como vimos em suas capturas, mas isso seria diferente. Mas esse sistema é algo que preocupa o Google.

Eles acreditam que esta versão que a Huawei está criando poderia ser mais fácil de espionar do que o Android. A empresa considera que a fragmentação neste caso seria enorme. Uma vez que uma nova bifurcação é gerada, tem como alvo mais de 200 milhões de usuários, que são aqueles com um telefone de marca chinesa. Isso é algo que pode afetar a segurança do sistema, afetando também os usuários desta plataforma. Um perigo potencial, portanto, nas palavras do Google. Embora ainda haja esperança de que um acordo seja alcançado.

Você tem que lembrar que uma cúpula do G20 será realizada em breve, na qual os Estados Unidos e a China estarão presentes. Aliás, já está confirmado que neste evento haverá pelo menos um encontro entre os representantes dos dois países. Com certeza esse bloqueio da Huawei será uma das questões mencionadas nele, além de um possível acordo comercial. As negociações anteriores falharam, embora ainda haja a possibilidade de que algum consenso seja alcançado. Salvando a empresa dessa forma.

Huawei Nova 5

Embora tenhamos que esperar para ver se esta reunião do G20 resulta em algo positivo para a empresa. Enquanto isso, suas vendas continuam diminuindo globalmente, reconhecido pela própria Huawei. Algo que sem dúvida faz com que a situação não seja das melhores para o fabricante chinês, que vê como eles perdem espaço no mercado nessas semanas, algo do qual marcas como a Samsung estão aproveitando.

Estaremos atentos a essas próximas semanas, isso será a chave para o futuro da Huawei. Um possível acordo salvaria a empresa, que continuaria usando o Android dessa forma em seus telefones. Uma situação melhor para todos, além de ser mais segura para os consumidores, como afirma o próprio Google. Será interessante ver o que acontece hoje em dia.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Blog da Actualidad
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.